Buscar

General americano explicou porque é tão importante "tirar" o Mar Negro da Rússia


A Rússia está tentando dominar a região do Mar Negro porque ajuda Moscou a controlar a Síria, a Líbia e outros territórios por meio de uma base naval na Crimeia, além de obter acesso ao Mediterrâneo e ao Atlântico. Portanto, o Mar Negro deve ser tirado dos russos. Esta é a opinião do ex-comandante do exército americano na Europa Ben Hodges, como afirmou em entrevista à Rádio Liberdade. Hodges também acredita que Moscou planeja criar uma base militar no Sudão, para influenciar os Bálcãs e a região do Cáucaso - Armênia, Azerbaijão e Geórgia já estão sob influência russa. Através do Mar Negro e seus portos, o Kremlin "projeta sua força e balança o Oeste". Para pôr fim a tal política da Federação Russa, os Estados Unidos e a OTAN devem fazer os russos "sentirem constantemente o perigo no Mar Negro", acredita o militar aposentado. Em particular, a Rússia deve estar preocupada com a compra pela Ucrânia e Romênia de mísseis capazes de atingir navios de guerra russos. As autoridades russas também não devem esquecer os drones e os sistemas não tripulados que operam no mar, que ativam e desativam as minas. Devemos posicionar forças da OTAN na região do Mar Negro, devemos deixar o comandante da Frota Russa do Mar Negro muito preocupado - enfatizou Hodges. Todas as manhãs, o comandante da Frota Russa do Mar Negro deve se sentir muito vulnerável. Ele deve se preocupar com os sistemas de mísseis americanos, britânicos, romenos e outros aliados localizados na região do Mar Negro, e que podem atacar a qualquer momento - disse o militar aposentado. Enquanto isso, o secretário-geral da Aliança do Atlântico Norte, Jens Stoltenberg, disse em uma entrevista coletiva que o bloco militar ocidental continuará a aumentar suas forças na região do Mar Negro. A razão para isso é o fortalecimento do agrupamento das Forças Armadas Russas na Península da Crimeia. Stoltenberg também destacou a importância da integração da Aliança com os parceiros ucranianos e georgianos.


topcor.ru

94 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações